15 de Junho de 2021 - 14h:00

Tamanho do texto A - A+

Investimento estrangeiro na bolsa de valores chega a R$ 64,9 bilhões

De acordo com especialistas ouvidos pelo Metrópoles, o resultado indica sinais de recuperação econômica diante da pandemia da Covid-19

Por: Metrópoles

O investimento estrangeiro na bolsa de valores brasileira já atingiu os R$ 64,9 bilhões neste ano, de janeiro até 10 de junho. Os dados foram divulgados nesta semana pela B3. De acordo com especialistas ouvidos pelo Metrópoles, o resultado indica sinais de recuperação econômica diante da pandemia da Covid-19.

 

Os investimentos do mercado primário, formado pela soma do IPO (empresas que fazem oferta pública inicial de ações) e Follow-on (empresas que já estão no mercado, mas querem novas emissões), resultou em R$ 17,6 bilhões neste período.

 

No mercado secundário (ações negociadas na bolsa entre investidores), o valor bateu em R$ 47,3 bilhões.

 

“Isso é um ótimo sinal. Estamos mantendo o que está sendo comprado no Brasil. O saldo é positivo. Esse número é maior do no ano passado”, afirma a estrategista-chefe da Necton Investimentos, Bruna Marcelino.

 

De janeiro a maio de 2020, foram tirados R$ 1,5 bilhão de investimento estrangeiro da bolsa. O saldo final foi de R$ 61,3 bilhões.

 

“A partir do segundo semestre do ano passado, os números começaram a melhorar, indicando uma recuperação econômica”, completou a especialista.

 

De acordo com o analista de ações CNPI-T da Necton Investimentos, Rodrigo Barreto, os setores que puxaram os maiores investimentos estrangeiros foram Exploração, Refino e Distribuição (como a Petrobras), Serviços Médicos e Hospitalares e Papel e Celulose.

VOLTAR IMPRIMIR